BLOG PARA DIVULGAÇÃO DA LITERATURA RUSSA AOS FALANTES DE LÍNGUA PORTUGUESA.

Post Page Advertisement [Top]



Voltamos com o Vocabulário Russo, e a palavra de hoje também aparece com muita frequência não só literatura como nas mesas russas.

Com seu nome grafado como borsch, borshtch, borchtch, borscht e até borshe, a sopa "борщ" teria surgido ainda na idade média, no território da Rus Kievana, que mais tarde deu origem à Ucrânia, à Rússia e a Belarus. O prato é, portanto, de origem ucraniana, mas altamente difundido nesses três países e até em outros países eslavos (alguns dos quais também reclamam para si o título de inventores do borsch).

Há duas versões sobre a etimologia do nome da sopa:

1. Teria vindo de бор (bor) + щ (shtch). A palavra "bor", que significava "vermelho", era uma referência à cor da sopa, enquanto o "щ" indicava a presença de repolho, principal ingrediente de outra sopa muito popular na região, e muito frequente na literatura, o щи (schi ou shtchi).

2. O nome "борщ" viria de "борщевик" (borschevik), heracleum, uma planta que supostamente fazia parte das primeiras receitas de borsch.

Por ser uma sopa forte, que dá "sustância", e ter como principais ingredientes a beterraba e o repolho, vegetais até fáceis de encontrar na região, o borsch é um prato altamente difundido desde sua invenção, sendo consumido frequentemente desde as casas mais pobres até os palácios imperiais (quando existiam). Diz-se que Catarina, a Grande considerava o borsch um de seus pratos preferidos.

Por isso mesmo, há uma enormidade de receitas de borsch; cada família ou até cada pessoa prepara ao seu modo. Procuramos uma receita de borsch "clássico" ou tradicional e traduzimos aqui, para quem quiser fazer em casa para provar.


INGREDIENTES:


Para o caldo:


  • 1,5 - 2 litros de água
  • 400 gramas de porco ou carne bovina com osso


Para fritar


  • 2 beterrabas pequenas
  • 1 cenoura
  • 3 cebolas médias
  • 2 colheres de sopa de extrato de tomate
  • 4-5 colheres de sopa de óleo de girassol
  • suco de um limão fresco

Para o borsch


  • 300 gramas de repolho verde fresco
  • 4 batatas médias
  • sal, folha de louro, tempero verde a gosto

Para servir


  • 1 colher de sopa de smetana (uma espécie de nata ou creme azedo) por prato
  • tempero verde

Modo de preparo:


1º Passo: Ferver o caldo


Pegue uma panela de 3 livros. Encha-a com 1,5 - 2l de água, adicione a carne. Deixe ferver em fogo médio. Vigie o caldo; antes que ele entre em ponto de fervura, tire a espuma que sobe.
O caldo ficará mais saboroso se for usada carne com ossos.
Quando ferver, cubra a panela com a tampa e cozinhe em fogo lento por uma hora ou uma hora e meia.

2º Passo: Fritando os ingredientes


Enquanto o caldo ferve, os legumes devem ser fritos. Lave e limpe a beterraba, a cenoura e a cebola. Rale a beterraba no ralador de furos maiores, e a cenoura no de furos médios. Corte a cebola em quadradinhos.
Derrame o óleo de girassol numa frigideira, ligue o fogo médio. Primeiro, frite a cebola e a cenoura (5 minutos), e depois adicione a beterraba.
Tempere a beterraba com o suco de um limão fresco. Isso fará com que o borsch fique realmente vermelho.
Frite os legumes por mais 5 minutos. Após isso, adicione o extrato de tomate, mexa e deixe no fogo por mais uns 5 - 7 minutos.

3º Passo: Compondo o borsch


Quando o caldo tiver cozido, tire a carne dele. Enquanto a carne esfria, adicione ao caldo o repolho picado. Após 5-10 minutos, adicione a batata cortada em palha. 
Enquanto a batata cozinha, separe a carne dos ossos e corte-a em cubinhos. Devolva a carne à sopa.
Salgue a gosto.
Adicione a mistura frita. Mexa. Adicione a folha de louro e o tempero verde picadinho. Cubra a panela com a tampa e cozinhe por mais 5-7 minutos. 
O borsch está pronto.

Servindo


O borsch pode ser comido logo após sua preparação. Mas, como regra, no dia seguinte ele é mais gostoso.
Sirva o borsch em pratos fundos. Adicione a smetana, o tempero verde fresco, pimenta do reino (se você gosta do sabor mais picante) e um gomo de limão (se prefere mais azedo). Come-se o borsch com pão fatiado ou bisnagas passadas em alho.

Bom apetite!


Aproveite que o inverno está acabando; essa sopa é um pouco forte para comer no nosso verão. É verdade que existe o o "borsch frio", que já é outro prato, de caráter mais festivo, com ingredientes e modo de preparação diversos. Mas o post de hoje é sobre o clássico mesmo.

Se alguém preparar, volte aqui depois e conte o que achou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]